Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2011

Morreu Daniel Piza

Informação do site do Estadão: aqui.
Mais uma perda para a cultura neste ano. Daniel Piza foi um crítico no qual me espelhei, tentando imitar sua erudição e escrita.
"Lágrimas" era como Daniel Piza intitulava a seção da coluna Sinopse no Estadão, lembrando as pessoas que morriam. Hoje, são para ele.

O indefectível balanço do ano

Não posso me furtar do balanço de fim de ano. Estou com uma preguiça tremenda para escrever, mas, vamos lá, até porque esse ano merece ser lembrado e comemorado.Em primeiro lugar, no campo pessoal, tudo tranquilo: a esposa é a mesma, a filha continua crescendo e ficando cada vez mais inteligente (e me ultrapassando na altura), minha mãe e meu pai continuam sendo minha mãe e meu pai (e o velho continua bebendo e bebendo...), etc. Além disso, conseguimos comprar nossa casa própria através do Minha Casa, Minha Dívida. Um sonho que deixou de ser sonho e que de vez em quando vira um pesadelo devido a um vizinho dono do mundo. Feliz, enfim.Nos estudos, outro sonho que está deixando de ser sonho: o Mestrado. As aulas terminaram e até 2013 tenho que concluir a dissertação, juntamente com um romance, que será objeto do estudo. Um grande desafio. Aprendi muito, lógico, conheci colegas muito inteligentes e outros nem tanto (ficar conversando no MSN em plena aula de mestrado, façam-me o favor!), …

Hoje estou meio Harry Block

O veneno da religião segundo Hitchens

Hitchens no Traçando Livros da próxima quarta-feira

"A decência humana não é derivada da religião. Precede-a."

O próximo texto da minha coluna Traçando Livros, publicada no jornal Gazeta do Sul quinzenalmente às quartas, será sobre o Deus não é grande, de Christopher Hitchens.

Poemas sobre o suicídio (I)

Num dos trabalhos para a disciplina "Leitura e texto poético", do Mestrado em Letras, tive que reunir uma seleção de poemas sobre um tema. Escolhi a temática do suicídio, sobre o qual escrevi um ensaio que está em avaliação para ser publicado em revista acadêmica e apresentei no Colóquio do curso. Compartilharei os poemas com meu cada vez menor número de leitores. Começamos com Mário Quintana:

Ritos de final de ano

Repostagem do texto que saiu no ano passado no jornal Gazeta do Sul:
Mais um ano termina e outro se aproxima. Junto vem a necessidade inata do ser humano de comemorar, refletir e também de questionar: por que comemoramos o Natal e realizamos os rituais da virada? O Natal é lembrado pelo nascimento de Cristo. Muito antes, no entanto, já existiam celebrações nesse período relacionadas a deuses de diferentes culturas e ao solstício de inverno no Hemisfério Norte, quando o sol renasce com força vencendo a noite mais longa. Na Roma antiga, por exemplo, a celebração era em honra a Saturno, deus da agricultura e da justiça. Já para os persas, o deus Mitra, que representava justamente a luz solar, também teria nascido nessa época e é celebrado (aliás, consta que há muitas semelhanças nas histórias relacionadas a esse deus antigo com os relatos que dão conta da vida de Jesus Cristo). Os chineses, por sua vez, chamavam esse período de dong zhi, que significa “a chegada do Inverno”.…

Duas tuítadas indignadas numa véspera de Natal

@cassioneipetry Crentes católicos afirmam que a vida só pertence a deus quando um cara que ia receber eutanásia acordou do coma. Que deus amável!

Não questionam por que esse poderoso deus deixa as pessoas sofrerem por anos e anos? Vão à merda com esse deus de vocês!

Palavra de escritor

Só existe uma receita: ter o maior cuidado na hora de cozinhar.
Henry James, sobre a arte da escrita, lógico.

Fala, mestre Cioran

O homem é livre, exceto no que possui de mais profundo.Na superfície,faz o que quer; em suas camadasmais obscuras,"vontade"é uma palavra carente de sentido.

Hemingway e o iceberg

«Se um prosador sabe o suficiente acerca daquilo de que está escrevendo, pode omitir coisas que sabe, que o leitor, se o escritor está escrevendo com suficiente autenticidade, terá um sentimento dessas coisas, tão fortemente como se o escritor as tivesse declarado. A dignidade de movimento de um icebergue é devida a só um oitavo dele estar acima de água.»

Duas verdades sobre meus alunos

Meus alunos são muito esforçados: se esforçam bastante para rodar.
*
Aluno que fica contando pontos para atingir somente a média e passar será medíocre pelo resto da vida.

No Traçando Livros de hoje, o romance de Elvira Vigna

Na minha coluna Traçando Livros, no caderno Mix do jornal Gazeta do Sul de hoje, escrevo sobre o romance Nada a Dizer, de Elvira Vigna: http://www.gaz.com.br/gazetadosul/noticia/318508-o_que_dizer/edicao:2011-12-14.html. Obs.: O "mixgourmet" no alto da página foi erro da edição, se bem que tem a ver com o traça que come livros...

Crença na não-existência?