Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2011

O chope de sábado na Gazeta de hoje

O chope que citei no post de sábado foi devidamente clicado pelo Mauro Ulrich e foi parar na sua coluna de hoje no jornal Gazeta do Sul, Sopa de Letras. Na foto, eu e Romar Beling.

Feira

Começou hoje mais uma Feira do Livro em Santa Cruz do Sul. Percorrer os balaios foi minha primeira providência. Saí com três exemplares por dois reais cada: Cela, Chesterton e Chamisso (curiosamente, todos começando com a letra C). Infelizmente, ainda são poucos os balaios, e predominam, como em todos os anos, os livros religiosos e os infantis em edições duvidosas (não faltam as famosas maletas).
No mais, só pelo fato de caminhar por um ambiente em que o livro é o astro principal (ou quem os escreve) é um prazer e me faz “perder” boa parte de um sábado já comprometido por outras atividades.
Melhor ainda foi poder tomar um chope (bem, não foi só um) com o Mauro e o Romar. Os dois finalmente tiraram os originais da gaveta e nos brindam com seus poemas. Cellophane Flowers, do Mauro Ulrich, e Noite em chamas, do Romar Beling, foram lançados pela editora da Gazeta Grupo de Comunicações. Não os comprei ainda, porque espero a tarde de autógrafos, que será no último domingo da feira, mas deu …

Blog dos meus alunos

Blog destinado à publicação de textos escritos pelos meus alunos. Há ótimos trabalhos que merecem ser lidos por mais pessoas. Fiquem à vontade para comentar.
Boa leitura! http://alunosprofcassionei.blogspot.com/

Agosto, mês do bom gosto

Meu texto que saiu hoje no jornal Gazeta do Sul, na página de opinião. Publiquei no ano passado aqui no blog, mas fiz uma pequena revisão, inclusive no título.

Chamar agosto de mês do desgosto me causa, justamente, desgosto. Elenca-se uma porção de fatos negativos para justificar esse epíteto, mas se esquece de que outros tantos acontecem nos demais meses. Esse tipo de superstição serve para difundir um pensamento místico tolo, alargando preconceitos e crenças irracionais.
Coincidentemente, alguns acontecimentos negativos aconteceram em agosto: o início das duas grandes guerras mundiais, o lançamento das bombas de Hiroshima e Nagazaki, o suicídio de Getúlio Vargas, a morte de Juscelino Kubitscheck, só para citar eventos bastante conhecidos. Tudo isso contribuiu para a difusão da lenda. Por outro lado, a história também registra fatos ruins em outros meses: o ataque às Torres Gêmeas em Nova Iorque foi em setembro, a Guerra Civil espanhola teve início em julho e Tancredo Neves morreu em a…

Leitura sobre a leitura

Online

Na minha coluna Traçando Livros de hoje, no jornal Gazeta do Sul.


“Como conseguia transformar meras linhas em realidade viva, eu era todo-poderoso”, escreve Alberto Manguel, sobre o momento em que descobriu que sabia ler. Às vésperas da 24ª Feira do Livro em Santa Cruz do Sul, que começará no final deste mês, as palavras do escritor vêm bem a calhar. Serão milhares de seres todo-poderosos que circularão pela praça Getúlio Vargas – por sinal, outro grande leitor – e aproveitarão a chance de utilizar esses poderes. Também é um pretexto para ler ou reler Uma história da leitura (Companhia das Letras, 405 páginas, tradução de Pedro Maia Soares), escrita pelo autor argentino, naturalizado canadense, e entender o fascínio dessa arte.

Alberto Manguel entende do assunto. Além de escrever várias obras sobre o ato de ler, ele tem no currículo a experiência de ter sido contratado para ser, digamos assim, os olhos de ninguém menos que Jorge Luis Borges, cumprindo, durante anos, o papel de ler…