Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2012

Autran Dourado (1926-2012)

"Não nos esquecemos da verdade elementar de que quando um escritor começa a escrever, por mais solitário e ignorante que ele seja, nunca está sozinho. Atrás dele estão não só os grandes gênios e inventores da literatura universal (mesmo que ele não os conheça, o que é natural), mas sobretudo e principalmente os pequenos e grandes escritores que escreveram na sua mesma língua antes dele". Poética do romance: matéria de carpitaria.

O marceneiro das palavras

"A arte de recusar um romance"

Matéria no Riovale Jornal sobre meu livro

Arnaldo Campos (1932-2012)

Morreu ontem o escritor Arnaldo Campos, de acordo com nota do IEL. Notável contista, seu livro O degrau foi uma de minhas leituras marcantes. Volume com menos de 70 páginas, me influenciou a lançar um livro igualmente curto, mas que procura ser denso e artisiticamente elaborado. Publicou ainda O justiceiro e outras histórias, Réquien para um burocrata, A boa guerra e A ceia do diabo. Na foto, os exemplares que tenho de sua obra na minha biblioteca.

Pedro Eiras no Traçando Livros

Com algumas modificações e acréscimos, o texto "Lendo para morrer", que publiquei esses dia por aqui, foi o escolhido para a minha coluna quinzenal "Traçando Livros", no jornal Gazeta do Sul. Na sexta-feira, com a disponibilidade da versão em PDF, posto uma imagem melhor da página.http://www.gaz.com.br/gazetadosul/noticia/368725-lendo_para_morrer/edicao:2012-09-19.html

Como não sou Paulo Coelho, preciso implorar

O livro está à venda no site da editora Multifoco http://www.editoramultifoco.com.br/literatura-loja-detalhe.php?idLivro=941&idProduto=970, na Livraria Iluminura, de Santa Cruz do Sul, no site da Livraria Cultura http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=30317891&sid=91039624814103558392715832 ou diretamente comigo, pelo e-mail: cassio.nei@hotmail.com.

Texto antigo: "As eleições estão chegando"

Clique na imagem para ampliar
Texto que publiquei na Gazeta antes das eleições municipais de 2008, fazendo trocadilhos (hoje os acho fracos) com nomes de alguns políticos da época, que aparecem em itálico. Alguns nem concorrem neste ano.

Lendo para morrer (I)