"Que livro você gostaria de memorizar...


...e defender de qualquer censor?", é a pergunta que faz Ray Bradbury na introdução da adaptação do romance Fahrenheit 451 em novela gráfica, lançada recentemente na Espanha. Foi notícia aqui, no jornal El País, que disponibilizou trechos da obra em seu site:
http://www.elpais.com/elpaismedia/ultimahora/media/201004/12/cultura/20100412elpepucul_1_Pes_PDF.pdf

Já escrevi sobre o romance de Ray Bradbury aqui no blog e para o jornal Gazeta do Sul. Também vale a pena assitir à adptação para o cinema feita pelo Truffaut e parece que está uma outra a caminho por Frank Daranbont.

Aproveitando, faço minha a pergunta do mestre. Qual livro o leitor guardaria na memória para preservá-lo antes de ser queimado? Respostas nos comentários e depois farei um post sobre as respostas.

(E quem quiser dar um presente para esse humilde professor, já sabe o que quero.)


Comentários

Luis Fernando disse…
Qual livro eu guardaria na memória? "FAHRENHEIT 451".
Cassionei Petry disse…
Luis, sai amanhã seu texto sobre o Ubaldo, não é?
Luis Fernando disse…
Sai amanhã, nós vamos alternar as quartas-feiras. Comecei com o primeiro, o "Setembro não tem sentido", que eu achei ruim, pra ser honesto. Mas isso eu não escrevi, hehe.
Pelo menos, o próximo vai ser "Sargento Getúlio".
Luis Fernando disse…
Sobre o tema, eu até gostaria de memorizar "Crime e castigo", se não fosse tão grande. Mais fácil decorar "A hora da estrela", que é uma boa opção.
Cassionei Petry disse…
Ficou muito boa a resenha. Mas vai encarar ou já encarou o Viva o povo brasileiro?
Luis Fernando disse…
Obrigado. O "Viva o povo" eu vou deixar pro fim, pra dar mais tempo... é o mais longo e complexo. Li umas partes e é um livro difícil de acompanhar, na minha opinião. Mas como é considerado a principal obra do Ubaldo, mais relevante até que "Sargento Getúlio", vai ser o ideal pra fechar a série.
Atualmente, Cães de Babel de Carolyn Parkhurst, li faz uns 2 anos, ainda tenho muuito o que ler apezar de que estou sempre lendo, mas este me tocou muito..
Cassionei Petry disse…
Obrigado, Luis e Glória, por atenderem o pedido.

Mensagens populares deste blogue

"Eu te amo" ou sinal do Diabo?

Sobre “Amortalha”, de Matheus Arcaro