"Deus, ou quer impedir os males e não pode, ou pode e não quer, ou não quer nem pode, ou quer e pode. Se quer e não pode, é impotente: o que é impossível em Deus.Se pode e não quer, é invejoso: o que, do mesmo modo, é contrário a Deus.Se nem quer nem pode, é invejoso e impotente: portanto nem sequer é Deus. Se pode e quer, que é a única coisa compatível com Deus, donde provém então existência dos males? Por que razão é que não os impede?Epicuro



Comentários

Jorcenita disse…
Sempre gostei desta citação do Epicuro... Já encaminhei para alguns critãos e fico sempre sem resposta...Por que razão não me respondem???
Pâmy disse…
oii mano... Como Está? estou com saudades, criei meu blog a Pouco e o primeiro q postei comemtario foi tu, que eu me impressionei t achar por aqui sem querer...
Nao entendo muito sobre Epicuro, sobre o que tu escreveuacho que entendo e sei que falta amor... q é a chave de Tudo, é a Fé de Deus...
como anda Mi??? e Deise?? me adc no msn pamela_ptry@hotmail.com
um beijao mano e nos falamos
Tom Riddle disse…
Sensacional o vídeo.
Nara Norilei disse…
"será que Deus vive no céu por temer os seres humanos que criou?????????"
Para um ateu é dificil visualizar tal questão. kkkk
Para mim cada ser cria dentro de si uma imagem própria de Deus, essa imagem interior é a quem chamo de meu ...Deus.O meu discernimento, os sentimentos não explicados, a angustia sem razão de ser, a culpa que sei que me pertence em determinado momento, o meu enxergar de olhos fechados, te sentir perto qdo estás longe...memorizar o perfume e a sensação de um determinado momento..essa capacidade de perpetuação é meu Deus, algo que me faz viver eternamente.
A voz que apenas eu ouço.
A felicidade inexplicada, a dor por algo que não mais possuo.
Enquanto ouver coisas impossiveis de explicar, doenças impossiveis de curar, amores impossiveis de esquecer, terei certeza..nestas coisas meu Deus está presente, talvez o seu esteja bem longe, mas o meu estará dentro de mim.
são tantas as coisas que nos identificam..porém eu não acredito nas religiões, elas corrempem o ser "humano" mas mesmo assim não contesto a beleza e a divindade do ser.
beijos amigo
Nara Norilei disse…
você já pensou que talvez o que seja mal para você seja extremamente satisfatório para outra pessoa que a realiza?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Uma alma desprovida de consciência não ve no crime nenhum mal.
Nara Norilei disse…
"Seria deus alguém que despreza o choro dos fracotes que necessitam de um sentido para vida?
Que provoca o deserto do absurdo da alma?
Você como profesor deve saber que existe uma grande diferença entre a teoria e a prática.
Um discurso pode ser apenas um discurso, e nunca pasar disso.
Todos temos o direito a percepção e visões de mundo diferentes.
Você dia não a um filho, e mesmo assim ele te contrária e FAZ...
Você de alguma forma o castiga..ele insiste e faz a coisa errada.[Então, finalmente você o deixa agir por si mesmo..sabe que ele vai errar...sabe que ele vai se machucar..você pode até chorar..mas é necessário essa dor para sua evolução.Às vezes só dessa maneira o homem cresce.
Você diria que agindo assim...sua atitude foi motivada pela inveja..pela impotência, pela maldade ou por amor?
Se Deus rejesse nossas vidas o tempo todo, ele não seria Pai e sim apenas mais um tirano..mais um ditador.
Onde ficaria o livre arbítrio?
Procuro não julgar as atitudes humanas, muito menos as divinas..acho que não me credencio para tal.
Pois:
"Cuidado com a severidade com que julgas.
Pois com a mesma inflexibilidade um dia poderás ser condenado"
mil beijos
Cassionei Petry disse…
A velha história do livre-arbítrio. Esse argumento é pra quem quer se ver livre de explicar o porquê de acontecer tantas maldades no mundo. Se esse deus que permite tudo isso existe, estamos em péssimas mãos.

Mensagens populares deste blogue

"Eu te amo" ou sinal do Diabo?

Sobre “Amortalha”, de Matheus Arcaro