Em qual das ceias abaixo eu me sentiria bem, me pergunto. A clássica do Da Vinci faz parte das minhas lembranças de infância, pois sua reprodução pairava sobre a mesa da cozinha lá de casa. Aliás, um enorme quadro, que nem imaginava quem tinha pintado. Mas não seria nessa mesa que me sentaria. Muito sóbria para o meu gosto.

A do meu Mel Brooks é engraçada. Na cena do filme o personagem dele está trabalhando de garçom e vai atender na sala onde Da Vinci está pintando a ceia real, ou tirando uma foto, não lembro, e ele entra de penetra. Só assistindo ao filme para entender. Mas não seria nessa.

Nas dos super-heróis? Não sei, uma delas, inclusive, traz o Capitão América como Cristo, ou seja, os EUA como o centro de todas as decisões do mundo. Na outra, a Mulher Maravilha faz o papel de João (ou seria de Maria Madalena). Também não seria nessas.

Na dos mendigos do filme do Buñuel? Jamais. Os mendigos desse filme eram ingratos e desprezíveis.

A versão que utiliza várias pinturas é bem interessante, olha onde está a Vênus de Botticelli...

Sou fã do Dalí, mas essa versão ficou muito mística para meu gosto.

Ah, eu sabia! Dirá meu único leitor! A julgar pela foto do perfil, a ceia do Homer Simpson seria a escolhida! Engana-se. Não gosto nenhum pouco desse tipo de ambiente. Bebo muito pouco e a foto é uma ilusão de ótica, o copo estava muito longe de mim, nem era meu...

Pensando bem, estou fora de qualquer ceia... Prefiro o churrasco de domingo na casa do vô.

Comentários

Deveras cômico! Enquanto lia seu post, cheguei a imaginar que não optaria por nenhuma das imagens. Pois bem, fez uma boa escolha. (:
Há outra ceia, onde aparecem morto-vivos dilacerando vísceras com mãos e dentes. Interessante também.

Mensagens populares deste blogue

"Eu te amo" ou sinal do Diabo?

Sobre “Amortalha”, de Matheus Arcaro