Palavras despedaçadas (VI)




É quase trágico o encontro do eu filósofo, racional, cético, com o eu escritor, emocional, fantasioso.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Eu te amo" ou sinal do Diabo?

Sobre “Amortalha”, de Matheus Arcaro