Diário de um fracasso anunciado: as angústias da criação (II)



O início do meu romance, que será parte da minha dissertação de mestrado, está sendo lido e comentado pelo meu orientador. Leitor experiente, o professor Norberto está dando dicas valiosíssimas e fazendo alguns reparos importantes. Justifiquei algumas objeções e tive que acatar outras.

A primeira e má impressão que ele teve com um trecho se desfez com a leitura das outras páginas, inclusive está gostando muito da personagem principal. Tenho a impressão que a história está ganhando vida, pois está merecendo uma leitura atenta. Lógico que o medo de um fracasso ainda permanece, justamente por ser o professor um leitor muito, muito exigente. Veremos no que vai dar tudo isso.

Comentários

Fabiano Felten disse…
Cassionei, verifique a data. Em 10/11/12, ao que parece, o mundo já terá terminado. Nem se matar será mais preciso.

No mais, tu não esperou o prof. molhar o bico, hehe. A primeira impressão nem sempre é a que fica.

Abraço,
Fabiano.
Cassionei Petry disse…
Tirei a data, não era para estar ali.
Um sinal dos céus, talvez.
Quanto ao professor, tu sabes melhor do que eu, vai vir chumbo grosso ainda.