Pitacos sobre o ensino (I)

Mesmo por trás das questões do Enem há o conteúdo. Não se faz todas as relações entre os textos sem o conteúdo. Abrir mão do conteúdo é o que o governo quer para que haja mais aprovação e, consequentemente, as estatísticas melhorem. Quando saí da universidade, eu também era contra os "famigerados" conteúdos. Fizeram-me engolir isso. Na prática, vi que não funciona trabalhar sem eles. Pelo menos com o tipo de aluno que temos que, em sua maioria (com raríssimas exceções), não sabe aproveitar a liberdade de construir ele próprio o conhecimento.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

No Traçando Livros de hoje, Milan Kundera e A arte do romance

Uma resenha que não aconteceu