Novo livro de Paul Auster


Estou ansioso para ler o novo romance de Paul Auster, Invisible, apesar de algumas críticas desfavoráveis. Gosto dos romances dele, para mim um dos grandes escritores da literatura norte-americana. Claro que não é da mesma altura de um Roth, mas seus livros me inquietam, me provocam reflexão ou às vezes, simplesmente, me deixam embasbacado com coisas tão simples do nosso cotidiano, como as coincidências e o “se eu (não) tivesse feito isso…”

Comentários

Mirella disse…
“se eu (não) tivesse feito isso…”

E é! Algo como "o que aconteceria?"; "o que eu estaria fazendo agora?". Inevitável.
Cassionei Petry disse…
Isso ele apresenta tanto na ficção, bem como em crônicas em que ele relata fatos verídicos. É um bom assunto para próximos posts.