Sobre a cruz na camisa da Seleção

Confesso, nunca tinha reparado no emblema da camisa.

Na ZH de hoje, na coluna do Mário Marcos de Souza:
"Ai de quem se atrever a vestir a camiseta da Seleção Brasileira no Estado de Johor, sul da Malásia. A vestimenta foi considerada contrária aos ensinamentos da religião islâmica, segundo Nooh Gadot, um dos líderes da região. Não apenas a brasileira, é verdade. Também estão na lista de restrições as de Portugal, Sérvia, Noruega e Barcelona, que teriam símbolos de outras religiões, e principalmente a do Manchester United, cujos jogadores são chamados de Diabos Vermelhos. Não foi decretada nenhuma guerra religiosa, mas apenas uma advertência, informam os imãs.
É duro misturar religião e esporte, ainda mais em uma região apaixonada por times e seleções de outros países, mas é prudente levar a recomendação a sério."


Comentários

Mirella disse…
Bããã, que ridículo! HAHA

Mensagens populares deste blogue

No Traçando Livros de hoje, Milan Kundera e A arte do romance

Uma resenha que não aconteceu