Frustrações literárias

Assisti ao filme You Will Meet a Tall Dark Stranger, do mestre Woody Allen. Gostei particularmente de um dos personagens, um médico que abandonou a profissão para se dedicar a escrever – aliás, sempre me chama a atenção qualquer filme que tenha um escritor como personagem. Autor de um romance de sucesso, ele tenta desesperadamente emplacar outro, mas suas tentativas são frustrantes. Seu último trabalho está nas mãos do editor. Espera ansiosamente por uma resposta que, quando chega, mais uma vez o decepciona.

Da mesma agonia eu tento fugir nos últimos meses. Há dois originais meus com editores. Meu livro de contos está com um editor local, um grande amigo dos círculos literários, esperando seu lugar ao sol (sei que é um lugar-comum, mas é o que vem a calhar agora). Esperava ser publicado no início desse ano, mas, ao que tudo indica, não virá à luz nem esse ano ainda. Tento esquecer que ele existe e sigo escrevendo meu romance.

Já meu livro infantil, mandei-o para uma grande editora nacional. Resolvi arriscar. Como a resposta demora – um sim ou um não –, tento esquecer que o livro foi enviado, para não viver a mesma agonia do personagem do Allen. É difícil.

Comentários

que massa, espero que consigas publicar...=D

Tens algum livro publicado ou este sera o primeiro?
Cassionei Petry disse…
Se for publicado, será o primeiro. Mas às vezes penso se não é para o bem da humanidade que meus livros permaneçam inéditos.
Amigo, te conheço pouco... Mas já ouvi falar de ti algumas vezes em emu tempo de estudante de Letras na UNISC (coisas bacanas, é claro!) e sei de seu potencial, contudo não sei se me conhece, pergunte ao Fabiano que ele te fala sobre mim... Enfim, se está com medo, fique, pois é natural que se sinta assim, afinal não estamos brincando quando mandamos um pedaço de nossa alma para ser avaliada por outrem... Espero ler aqui um desabafo de como tudo deu certo na crítica editorial de suas obras, mas se não der... o mundo é quem vai perder!!!
Abraço e relaxe amigão!!!