“ora”, direis, “escrever poemas”

“ora”, direis, “escrever poemas”
certo, perdi o senso
viver escrevendo é perdê-lo

não, não escrevo poemas,
apenas os assassino.
sina, destino

narrar é o que faço
passo noites morrendo
escrevendo, bebendo

inseparável café
aroma, sabor, dor,
palavras, amargor

Comentários

eu escrevo poema como quem decide bater uma... mas tenho que confessar que ás vezes os versos tendem a me perturbar bastante... decidem criar vida e poder sobre si mesmas, escolhendo as horas e os dias que sairiam de meu âmago e triste ser, sofro noites e dias sem escrever uma palavra se quer... =/
Cassionei Petry disse…
Obrigado pelo comentário, Wagner.

Mensagens populares deste blogue

No Traçando Livros de hoje, Milan Kundera e A arte do romance

Uma resenha que não aconteceu