Texticulos (VI)

obra de M. C. Escher

O escritor escrevia uma história cujo protagonista era um escritor que também escrevia uma história cujo protagonista era outro escritor que escrevia uma história cujo protagonista era “o” escritor que escrevia “a” história em que “o” protagonista era o próprio escritor que...

Comentários

Andei lendo alguns de seus textos na Gazeta e, confesso, são estupendos. Muito interessante o "Entre quatro paredes', do Sartre que, aliás, já li e adorei e o "Porque filosofar", você escreve textos geniais. A Gazeta está enriquecendo com você escrevendo por lá! Sou seu fã, amigão!!!
http://cronutopia.blogspot.com/
Cassionei Petry disse…
Poxa, obrigado, fico muito feliz. Abraço.
Natasha disse…
Cassioney,
o miniconto foi escrito depois da leitura do 1º capítulo do livro da metaficção?

Achei o seu blog sem querer e, com prazer, vou lendo e gostando.

abs
Cassionei Petry disse…
Não, Natasha, até porque o tema metaficção já me acompanha há muito tempo. O livro do Gustavo Bernardo está contribuido com outros elementos. É uma grande obra que vai me ajudar muito na minha dissertação no ano que vem. Abraço e obrigado pelo comentário.

Mensagens populares deste blogue

No Traçando Livros de hoje, Milan Kundera e A arte do romance

Uma resenha que não aconteceu