Avançar para o conteúdo principal

Escritores de culto, no Babelia de hoje

Lógico que Vila-Matas está na lista desses escritores "sagrados", "deuses" com seu "adoradores"... Imperdível o suplemento Babelia, do jornal El País de hoje.

Comentários

Anónimo disse…
Cara, e essas propagandas ridículas? Você precisa mesmo disso? Quantos centavos rendem por mês? Não descarta por inteiro a imagem vilamataseana de escritor cult?

Que coisa ridícula: se você está procurando pela mulher certa, etc. Desacredita qualquer seriedade enquanto intelectual a qual vc se pretende.
Cassionei Petry disse…
Um comentário anônimo também não leva nenhum crédito por aqui.
sandra santos disse…
o que sei é que um prefácio dele dá uma sorte tremenda a um livro... rsss
Cassionei Petry disse…
Gostaria de ser prefaciado por ele. Sonhando.

Mensagens populares deste blogue

Uma resenha que não aconteceu

Terminei a leitura de Os invernos da ilha, de Rodrigo Duarte Garcia (Record, 462 páginas), já pensando em escrever uma resenha crítica, apontando alguns pontos positivos e outros negativos do romance. Antes de pôr a mão na massa, porém, entrei nas redes sociais e fiquei sabendo que a coluna do Raphael Montes, em O Globo, apontava a obra do Rodrigo como popular, para se divertir, e então desanimei.
Acontece que há um equívoco tremendo por parte de alguns autores e leitores de literatura de entretenimento quando afirmam que literatura policial, de mistério ou de aventura (em que se encaixaria Os invernos da ilha) são desprezados pela crítica. Este é o tom do texto de Raphael Montes. Ele e tantos outros se equivocam ao dizer que Rubem Fonseca, escritor já canonizado e que é objeto de estudos até em livros didáticos, não tem o reconhecimento que merece porque é taxado por fazer literatura menor. Ledo engano ou uma tentativa forçada de se colocar como vítima.
Ora, a “crítica” (coloco entre …

Escrevo no Amálgama sobre "A montanha mágica"