Avançar para o conteúdo principal

O que são as contradições políticas! Assim como o futebol e a religião, é um assunto em que a lógica vai para as cucuias. Veja, por exemplo, a opinião do Germano Rigotto, ex-governador do RS e que concorreu ao Senado neste ano. Disse que vai votar no Serra porque acredita na alternância do poder, mas quando concorreu a reeleição para governador há 4 anos disse que queria continuar no poder e ter mais tempo para realizar seus projetos.

Outro exemplo de incoerência é a ira do presidente do PSDB com relação a uma pesquisa do Vox Populi, que dá 12% de vantagem para Dilma. Mas o partido se utiliza de outras pesquisas para dizer que o Serra vai ganhar a eleição.

Por isso que cada vez mais mantenho distância de futebol, religião e política partidária.

Comentários

Mirella disse…
São TANTAS³³³³³³³³³³³ as contradições...

Mensagens populares deste blogue

Uma resenha que não aconteceu

Terminei a leitura de Os invernos da ilha, de Rodrigo Duarte Garcia (Record, 462 páginas), já pensando em escrever uma resenha crítica, apontando alguns pontos positivos e outros negativos do romance. Antes de pôr a mão na massa, porém, entrei nas redes sociais e fiquei sabendo que a coluna do Raphael Montes, em O Globo, apontava a obra do Rodrigo como popular, para se divertir, e então desanimei.
Acontece que há um equívoco tremendo por parte de alguns autores e leitores de literatura de entretenimento quando afirmam que literatura policial, de mistério ou de aventura (em que se encaixaria Os invernos da ilha) são desprezados pela crítica. Este é o tom do texto de Raphael Montes. Ele e tantos outros se equivocam ao dizer que Rubem Fonseca, escritor já canonizado e que é objeto de estudos até em livros didáticos, não tem o reconhecimento que merece porque é taxado por fazer literatura menor. Ledo engano ou uma tentativa forçada de se colocar como vítima.
Ora, a “crítica” (coloco entre …

"Eu te amo" ou sinal do Diabo?

Fonte da imagem: blog Mundo do Silêncio

Corre solta na internet mais um exemplo da imbecilidade humana, ou melhor, da imbecilidade religiosa humana. Tempos atrás escrevi aqui no blog sobre o símbolo da paz, que é considerado pelos crentoides como o símbolo do Anticristo. Agora um outro sinal, com um significado bem diferente, é atribuído ao Capeta.
Num especial de Natal, a Xuxa (que tem uma folha corrida enorme na ficha policial dos crentes), depois de fazer o sinal da cruz, fez um gesto na Linguagem Brasileira de Sinais - Libras:O vídeo postado no You Tube foi considerado pelos crentoides como mais uma ligação dela com o Tinhoso, com o qual teria feito um pacto. Aliás, a Igreja Universal foi condenada a pagar uma indenização à Rainha dos Baixinhos por dedicado uma reportagem no jornal Folha Universal ao caso: http://veja.abril.com.br/noticia/celebridades/folha-universal-e-multada-por-acusar-xuxa-de-satanismo

Só falta alguém dizer agora que os criadores da Libras tinham ligação com o dia…