Avançar para o conteúdo principal

Além do ateu e do ateísmo, de Carine Immig e Fábio Goulart


Foi postada na internet a íntegra do documentário Além do ateu e do ateísmo, com roteiro, produção e direção de Carine Immig e Fábio Goulart, que fizeram um excelente trabalho, um dos primeiros sobre o tema. Sou um dos entrevistados, com uma pequena, mas acredito que boa, contribuição para o debate. Do que tenho vergonha no documentário são dos erros de português que cometi. Sou péssimo para me expressar frente a uma câmera. Pretendo voltar a fazer videocasts para melhorar nesse ponto. Não me perdoem pelos erros. Não mereço.
Assistam ao documentário. Comentem, debatam, critiquem, mas com argumentos, por favor.

Comentários

Gelso Job disse…
Acho que estiveste muito bem, Cassionei. Eu, pelo menos, gaguejaria todo o tempo. Parabéns!
Cassionei Petry disse…
Obrigado, Gelso. Confesso que neste ponto eu me surpreendi comigo mesmo ao final da entrevista.
Índia disse…
Vi inteiro o vídeo e achei maravilhoso.

Mensagens populares deste blogue

Uma resenha que não aconteceu

Terminei a leitura de Os invernos da ilha, de Rodrigo Duarte Garcia (Record, 462 páginas), já pensando em escrever uma resenha crítica, apontando alguns pontos positivos e outros negativos do romance. Antes de pôr a mão na massa, porém, entrei nas redes sociais e fiquei sabendo que a coluna do Raphael Montes, em O Globo, apontava a obra do Rodrigo como popular, para se divertir, e então desanimei.
Acontece que há um equívoco tremendo por parte de alguns autores e leitores de literatura de entretenimento quando afirmam que literatura policial, de mistério ou de aventura (em que se encaixaria Os invernos da ilha) são desprezados pela crítica. Este é o tom do texto de Raphael Montes. Ele e tantos outros se equivocam ao dizer que Rubem Fonseca, escritor já canonizado e que é objeto de estudos até em livros didáticos, não tem o reconhecimento que merece porque é taxado por fazer literatura menor. Ledo engano ou uma tentativa forçada de se colocar como vítima.
Ora, a “crítica” (coloco entre …

Escrevo no Amálgama sobre "A montanha mágica"