Ano Cortázar (I)




Terra (ou Inferno)
Reli aos pouquinhos, com calma, anotando, sublinhando, colando post-its, pulando capítulos, seguindo ou não a ordem ou a desordem proposta pelo autor, jogando ou brincando com ele e com as personagens, indo da terra (ou inferno?) ao céu. Rayuela (O jogo da amarelinha em português), do escritor argentino Julio Cortázar, romance fundamental na literatura latino-americana, completou 50 anos, mas com corpinho de 20. Nada mais justo do que escrever sobre ele neste espaço, afinal é um dos livros prediletos no cardápio da traça que escreve por aqui. Como se não bastasse, 2014 é o ano Cortázar na Argentina, devido ao centenário do autor. Começamos, então, as comemorações. Jogo a pedrinha no primeiro quadrado. 

Comentários