Palavras despedaçadas (VIII)


O ser humano é um bicho estranho: acredita em algo que não existe com muita facilidade, mas duvida de imagens e provas concretas.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

No Traçando Livros de hoje, Milan Kundera e A arte do romance

Uma resenha que não aconteceu