Bauman foi mais esperto (XIII)

“O que diz a teu respeito aquela camiseta do AC/DC?” - Humberto Gessinger, disco “Insular”.
HG é um cara que, apesar de gremista, é um gênio. Os críticos amam odiá-lo, o que não entendo. É um cara que sabe, como poucos, nas letras de um pop rock, sugerir imagens, ideias, sentidos.
Os versos dessa música me vêm à mente porque andei comprando algumas camisetas com estampas de rostos de escritores (Kafka, Dostoiévski, Poe), de frases de escritores (Borges, Cervantes), de óculos de escritores (Drummond, Pessoa, Machado, Rosa, etc.) e com ilustrações de bandas (os “Engenheiros” e o “Rush”, cujo baterista, Neil Peart, também é genial nas suas letras). O que diz a meu respeito essas camisetas?

A dos “Engenheiros” tem um oroboro, o que já explica muita coisa. Ou não?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

No Traçando Livros de hoje, Milan Kundera e A arte do romance

Uma resenha que não aconteceu